segunda-feira, 2 de maio de 2011

Documentário "Ferrovia Oeste de Minas" - na íntegra

O IHG, juntamente com o NEOM-ABPF, apresenta o documentário em que se dá voz aos nossos meninos de ferro, água e fogo.

http://youtu.be/MJSHJugMORo

Fica aqui a homenagem do Trilhos do Oeste/Gaxeta Leaks a esses senhores feitos de matéria prima que ainda existe mas não mais no ferrovia.

4 comentários:

EFGoyaz disse...

Acabo de assistir ao documentário. Impressionante, emocionante. Parabéns à vocês. Esse tipo de iniciativa vem trazer luz e reconhecimento à essa classe de trabalhadores que foi fundamental ao Brasil.

Welber disse...

Obrigado, EFGoyaz!

J.M. "Jones" disse...

Que documentário,companheiro! Os relatos dos maquinistas mais antigos, a relação de carinho que tinham com as máquinas com que trabalhavam na ferrovia( me emocionei nessa parte pra valer)... Parabéns ao IHG, a todos do Núcleo de Estudo da Oeste de Minas, vocês estão fazendo um excelente trabalho! Agora, algo que o sr.Artur Cláudio da Costa Moreira disse prendeu minha atenção e soltou minha euforia do início ao fim do filme: ele disse que há um projeto de recolocação dos ramais das Águas Santas e de Prados, Antonio Carlos talvez. Quem teve essa ideia pode ate não saber, mas está fazendo um GRANDE bem ao patrimônio local, resgatando parte da história que quase se perdeu nas páginas do tempo. Gostaria de saber se o amigo por acaso sabe onde posso conseguir maiores informações sobre esse magnífico projeto de restauração. Abraço

Welber disse...

Como diria o Padre Quevedo, "isto non ecziste", meu filho. Isso é fantasia aí na cabeça de um pessoal mais "sonhador". ALguma coisa aí nesse meio é até possível, mas na maior parte do caso é pura "viagem". Se não conseguimos resolver a questão pontual de preservar o que já é tombado, de cuidar do complexo que é em si uma das coisas mais fenomenais a se preservar...